(+351) 221 140 070 / 915 424 402
Clínica Dentária no Porto - Contactos
(+351) 221 140 070 / 915 424 402
Gengivite

A gengivite é uma inflamação crónica nas gengivas que destrói os tecidos que sustentam e mantêm firmes os dentes no maxilar. Uma má higiene oral pode originar inflamação, sangramento, inchaço e até mesmo dor nas gengivas.

No entanto, outros fatores também podem despoletar o aparecimento desta patologia, tais como: a gravidez, dentes mal posicionados, a puberdade ou até mesmo próteses difíceis de higienizar.

O importante é sempre tratar a gengivite aos primeiros sintomas, o não tratamento pode levar ao agravamento da doença, podendo esta evoluir para uma periodontite.

 

O que é a Gengivite?

Gengivite é uma doença oral que se manifesta normalmente através da inflamação das gengivas.

Em alguns casos de doença mais avançada, a gengivite pode provocar vermelhidão, inchaço e sangramento das gengivas a quando da escovagem dos dentes ou através do uso indevido do fio dentário, ou até mesmo na ingestão de alimentos duros como por exemplo uma maçã.

 

Quais as causas da Gengivite?

A principal causa para o aparecimento da gengivite é a acumulação de restos de comida junto dos dentes, que por sua vez atraem bactérias. Nestas condições as bactérias multiplicam-se e fixam-se na boca, atacando as gengivas e originando inflamação.

Outros fatores também podem estar na sua origem, como por exemplo a ausência de higiene oral, fatores hormonais, gravidez, diabetes, hipertensão arterial, medicação à base de corticoides e doenças autoimunes.

 

Sintomas da Gengivite

O sangramento da gengiva durante a escovagem ou ao passar o fio dentário é o primeiro sintoma da doença e o primeiro sinal de alerta. Mas outros sintomas estão associados a esta patologia sendo os mais comuns a vermelhidão, inchaço, irritação, coloração fora do normal, secreções à volta dos dentes e mau hálito.

Em alguns casos de infeção mais avançada poderá ocorrer retração da gengiva, os dentes podem ficar mais separados e em alguns casos poderá sentir-se dor. 

 

Como prevenir a Gengivite?

O segredo para prevenir esta patologia é muito simples, basta que tenha em conta na sua rotina diária os seguintes cuidados:

  • Escovagem dos dentes após as refeições e antes de dormir;
  • Fazer uma higienização com o sistema GBT (Guided Biofilm Therapy) de 6 em 6 meses;
  • Evitar o consumo excessivo de açúcar;
  • Evitar o consumo de tabaco;
  • Consultar o seu médico dentista com regularidade.
Guided Biofilm Therapy

Estados de Gengivite

  • A gengivite poder-se-á dizer que é a primeira fase da doença gengival. Se a gengivite não for tratada a tempo, a doença pode agravar-se e dar origem a uma periodontite.
     
  • A periodontite é quando as fibras e o osso que suportam os dentes ficam danificados. Uma boa higiene oral aliada a um tratamento adequado pode ajudar a prevenir o avanço da doença para uma periodontite avançada.
     
  • Periodontite avançada é literalmente a fase final da doença, nesta etapa a gengiva e ossos que suportam os dentes estão destruídos, o que leva a que os dentes se movam de lugar. Se o tratamento da periodontite avançada não for eficaz podemos correr o risco de perder os dentes. 

 

Tratamento para a Gengivite

Numa primeira fase da gengivite o tratamento pode passar pela escovagem e uso de fio dentário. Afinal, uma boa higiene oral ajuda a prevenir o aparecimento de placa bacteriana, um dos principais fatores da inflamação das gengivas.

Uma higienização profissional feita pelo seu dentista através do sistema GBT é outra forma eficaz de remover a placa bacteriana nos dentes e o tártaro acima e abaixo da linha da gengiva.

Se o grau de gengivite for mais grave, e estivermos a falar de uma periodontite avançada, poderá ser necessário:

  • Fazer uma medição do nível ósseo, da gengiva e do sangramento no periodontograma;
  • Proceder a uma raspagem radicular;
  • Fazer vigilância da evolução da patologia de 3 em 3 meses junto do seu médico dentista.

 

A melhor forma de evitar o agravamento da gengivite passa por não ignorar os sinais de alerta e pelas consultas regulares com o seu dentista.

Um conselho da Dr.ª Isabel Flores Allen 

17.03.2020 Doença Oral
Clínica Dentária no Porto - Drª Isabel Flores Allen Clínica Dentária no Porto - Drª Isabel Flores Allen