(+351) 221 140 070 / 915 424 402
Clínica Dentária no Porto - Contactos
(+351) 221 140 070 / 915 424 402

Certamente já sentiu dor nos dentes ao ingerir alimentos frios ou quentes. 

Sabe qual a origem da sensibilidade nos dentes? Neste artigo vamos dar-lhe a conhecer um pouco mais sobre este problema tão comum que é a sensibilidade dentária.

 

O que é a Sensibilidade Dentária?

A sensibilidade dentária é um problema de saúde oral bastante comum. Manifesta-se de forma variável, com uma dor aguda e momentânea, ou como uma dor forte e persistente, provocando desconforto físico e psicológico.

Em alguns casos os sintomas podem desaparecer gradualmente, mesmo sem haver qualquer tipo de tratamento. Mas em outros casos, quando a dor é contínua a sua causa pode ser mais grave e pode ser necessário um tratamento dentário adequado.

Sensibilidade Dentária

Sintomas da Sensibilidade Dentária

A sensibilidade dentária, pode manifestar-se através de uma dor intensa de curta duração e unicamente quando em contacto com um dos agentes provocadores de dor. Existem pelo menos 3 agentes responsáveis pela dor nos dentes:

  • A ingestão de alimentos frios ou quentes;
  • Ingestão de alimentos ácidos e doces;
  • Uma má utilização do fio dental ou o contacto de um outro objeto com os dentes.

Quais as causas da Sensibilidade Dentária?

A origem da sensibilidade dentária, pode estar relacionada com diversos fatores de naturezas diferentes, sendo os mais comuns:

  • Bebidas e ou alimentos ácidos: A ingestão de alimentos ou frutas com elevada acidez, como é o caso dos pickles, citrinos, tomate, chás, refrigerantes, podem provocar a erosão dos dentes ao expor e fragilizar a dentina;
     
  • Escovagem de dentes agressiva: Se usar uma escova de dentes dura ou movimentos de escovagem muito fortes, corre o risco de desgastar o esmalte dos seus dentes e provocar recessão gengival ao deixar a dentina exposta à sensibilidade;
     
  • Recessão gengival: Quando a gengiva se afasta dos dentes deixa as raízes dos dentes e a dentina expostas e mais frágeis às agressões diárias, o que provoca sensibilidade;
     
  • Cáries junto à gengiva;
     
  • Placa bacteriana junto à gengiva;
     
  • Tratamentos dentários recentes: Restaurações, colocação de coroas, branqueamentos dentários são alguns tratamentos que podem provocar temporariamente sensibilidade dentária;
     
  • Doença Periodontal: Esta doença manifesta-se pela inflamação gengival que pode levar à perda das estruturas que suportam os dentes, que deixa as raízes e dentina vulneráveis à sensibilidade;
     
  • Dentes ou restaurações danificadas: Um dente ou restauração danificado pode causar sensibilidade, devido à fratura deixar a raiz do dente mais exposta, para além de ser um local propício a acumular bactérias e consecutivamente provocar a inflamação da polpa do dente;
     
  • Ranger os dentes;
     
  • Produtos branqueadores: Alguns produtos com agentes branqueadores podem contribuir para acentuar a sensibilidade dentária já existente, ou para o aparecimento da mesma;
     
  • Elixires: O uso excessivo de alguns tipos de elixires (com ácidos e álcool) podem agravar a sensibilidade dentária, principalmente caso a pessoa já tenha a dentina exposta.
Sensibilidade Dentária

Como prevenir a Sensibilidade Dentária?

Existem várias formas de prevenir e de tratar a sensibilidade dentária. Alguns casos podem ser facilmente resolvidos através de uma boa higiene oral. 

A escovagem dos dentes e do uso de fio dentário, pode ser um excelente meio de combate à sensibilidade dentária, pois previne o aparecimento de placa bacteriana junto da gengiva. 

A escolha de uma escova de dentes é muito importante, convém usar sempre uma escova macia, desta forma consegue-se minimizar a erosão dos dentes e a irritação gengival.

Se tem sensibilidade dentária, deve evitar usar dentífricos com agentes branqueadores ou antitártaro. Deverá usar um dentífrico dessensibilizante. Estes tipos de dentífricos têm como principal função cobrir os canalículos da dentina, protege e evita assim a propagação da dor. 

Qualquer um dos passos acima enunciados são importantes como forma preventiva. No entanto, deve sempre contactar o seu médico dentista e aconselhar-se com ele sobre qual o melhor tratamento e/ou prevenção para problemas de sensibilidade dentária.

Sensibilidade Dentária como tratar?

Se o desconforto persistir e a dor for contínua, deverá consultar o seu médico dentista, pois necessitará de um tratamento específico para o seu caso, de forma a combater e eliminar a sensibilidade. Tratamentos estes que podem passar pela aplicação de verniz fluoretato, seladores de dentina ou até mesmo pela colocação de restaurações para cobrir as raízes expostas.

Em casos extremos, poderá ser necessário proceder-se à desvitalização do dente.

O segredo para uma boca e vida saudável, não está unicamente numa boa higiene oral, na troca de escovas de dentes de 3 em 3 meses, mas também nas visitas regulares ao seu médico dentista.

A dor nos dentes é sempre um sinal de alerta, não o prolongue.


Um conselho da Dr.ª Isabel Flores Allen

Clínica Dentária no Porto - Drª Isabel Flores Allen Clínica Dentária no Porto - Drª Isabel Flores Allen