(+351) 221 140 070 / 915 424 402
Clínica Dentária no Porto - Contactos
(+351) 221 140 070 / 915 424 402
Branqueamento Dentário

A cor dos dentes é um fator que influencia em grande medida a confiança e a autoestima de milhares de pessoas. Mas a solução pode ser simples: um branqueamento dentário.

Com toda a certeza já terá ouvido falar sobre este tratamento. O mais certo é até já te pensado em realizá-lo. Isso é absolutamente normal. Na verdade, são cada vez mais as pessoas que procuram por um branqueamento dentário, são cada vez mais as pessoas que procuram um sorriso mais branco e luminoso.

Seja devido ao avançar da idade, seja devido a alimentos como o café ou o chá, ou seja por causa de outros hábitos tal como o consumo de tabaco… certo é que os dentes vão escurecendo naturalmente com o passar do tempo.

Por todos estes motivos (e mais alguns), cada vez mais pessoas têm procurado por um branqueamento dentário. Afinal, os seus dentes não só ficam mais brancos, como os resultados contribuem para o aumento da sua autoestima e confiança.

O branqueamento dos dentes é por norma um tratamento rápido, indolor e não invasivo. 

Por isso, prepare-se para sorrir de novo. Neste artigo, vamos dar-lhe a conhecer um pouco mais sobre o que é o branqueamento dentário.

Nota muito importante: Só se deve avançar com um tratamento de branqueamento dentário quando a cavidade bucal está saudável e cuidada. Só com estas condições é possível garantir mais e melhores resultados.

Uma consulta de avaliação é sempre essencial para garantir que não existem outras condições presentes (como as cáries) que possam afetar o tratamento e os resultados mais duradouros.

O que é o branqueamento dentário?

O branqueamento dentário é um tratamento dentário que permite branquear os dentes, sem os danificar.

Para isso, utilizamos um gel de branqueamento dentário, maioritariamente composto de peróxido de hidrogénio. É este gel que liberta as moléculas e oxida os pigmentos que provocaram a descoloração. 

O resultado? Dentes mais brancos, num curto espaço de tempo!

Embora este seja um procedimento perfeitamente seguro e eficaz, a verdade é que o mesmo exige algumas condições essenciais para que seja bem-sucedido, nomeadamente ter uma saúde oral apropriada (ter uma dentição saudável e tratada).

Branqueamento Dentário

Como funciona o branqueamento dentário?

Na prática, o branqueamento dentário funciona através da atuação direta do gel nos pigmentos que deram origem aos dentes mais amarelos ou escuros.

O gel branqueador é aplicado diretamente nos dentes e o agente oxidante atua na sua estrutura assim que penetra no esmalte e na dentina. Em seguida, as substâncias presentes no gel atacam as moléculas que provocaram a pigmentação e o tratamento começa a produzir efeito.

Ao mesmo tempo, este gel contém também outras substâncias, tais como o flúor, que a ajuda a estabilizar a cor, a diminuir a sensibilidade dentária e a proteger os dentes de problemas no futuro, tal como as cáries.

Na Clínica Isabel Flores Allen, no Porto, o tratamento de branqueamento dentário é realizado com recurso a tecnologia de iluminação LED que acelera todo o processo, onde em apenas 1h consegue branquear os seus dentes de forma segura e confortável. Não raramente, isso significa que o mesmo pode ser feito numa única consulta, após a essencial consulta de avaliação.

Contudo, o branqueamento dentário também pode funcionar em casa, como veremos em seguida.

 

Tipos de branqueamento dentário

Existem dois tipos de branqueamento dentário: o branqueamento caseiro, feito em casa e o branqueamento em clínica, realizado por um médico dentista no consultório.

Por sua vez, o branqueamento dentário em clínica divide-se em dois: o interno e o externo – que podem ser utilizados em conjunto ou em separado, dependendo de caso para caso.

A melhor opção depende sempre de caso para caso, razão pela qual a consulta de avaliação é fundamental.

 

Branqueamento dentário caseiro

Por branqueamento dentário caseiro, deve entender-se um procedimento recomendado e devidamente acompanhado por um médico dentista e não um produto ou um “truque”.

Neste caso, é entregue ao paciente um kit branqueador de dentes, composto pelo gel branqueador e uma goteira. Esta goteira é feita à medida da dentição do paciente e, normalmente, em acrílico transparente. 

O processo é muito simples: o paciente aplica o gel branqueador na goteira e coloca-a na boca. Geralmente, é aconselhado a fazê-lo à noite para que o tratamento seja efetuado enquanto dorme, de modo a oferecer o máximo conforto durante todo o procedimento.

Contudo, existe uma desvantagem: em casa, o tratamento tende a demorar muito mais tempo do que quando feito em consultório/clínica.

Normalmente, este processo pode demorar entre 7 a 15 dias, dependendo da avaliação do médico dentista que acompanha o seu caso. 

 

Branqueamento dentário em clínica

No caso do branqueamento dentário em clínica, o tratamento é realizado diretamente pelo médico dentista.

Uma das principais vantagens deste método está na rapidez e acompanhamento clínico durante todo o processo. 

Além de uma primeira consulta de avaliação, o branqueamento dentário pode ser feito numa, no máximo duas, consultas – dependendo de caso para caso.

Na Clínica Isabel Flores Allen, no Porto, todo o processo é acelerado com recurso a tecnologia de iluminação LED. Mesmo assim, a verdade é que o tratamento feito em clínica se pode dividir ainda entre o branqueamento dentário externo e interno.

 

Branqueamento dentário externo

Como o próprio nome indica, o branqueamento dentário externo é um tratamento que branqueia os dentes através da aplicação do gel branqueador no seu exterior.

Por outras palavras, este é o branqueamento dentário tal como o conhece e tem vindo a ser descrito até aqui. O branqueamento interno é um pouco mais complexo.

Branqueamento dentário interno

O branqueamento dentário interno é um tratamento mais específico que incide diretamente na estrutura interna do dente. 

Este procedimento é feito normalmente em dentes que possam ter escurecido devido a outras condições, tais como o aparecimento de cáries, a anteriores desvitalizações ou traumatismos, ou até mesmo devido a fluorose dentária.

Quando estas ocasiões se verificam, o branqueamento dentário interno é feito antes de um branqueamento dentário externo, de modo a atingirem-se os melhores resultados. 

É também por isso que uma consulta de avaliação é tão importante sempre que procurar realizar um branqueamento dentário. 

Isto porque, antes de o tratamento poder ter lugar, é preciso confirmar que não existem impedimentos aos resultados positivos que espera.

Tratamento Dentário

Quanto tempo dura um branqueamento dentário?

A duração de um branqueamento dentário depende sempre de caso para caso.

Contudo, podemos dizer que os fatores que mais influenciam a duração dos resultados deste tratamento estão diretamente associados aos hábitos de vida do paciente, bem como à sua idade.

Os nossos dentes tendem a escurecer naturalmente. Esse efeito vai-se tornando cada vez mais célere com o passar dos anos. Logo, quando o paciente é mais jovem, a tendência é para que os resultados de um branqueamento dentário durem mais tempo.

A isto, juntam-se os hábitos alimentares e de higienização oral da própria pessoa: quanto mais saudáveis forem, melhores e mais duradouros serão os resultados de um branqueamento dentário.

Assim sendo, um branqueamento dentário pode durar até cerca de 5 anos, em pacientes que sigam as recomendações do médico dentista. 

No entanto, depois de um branqueamento dentário, os seus dentes ficam sempre em tons mais brancos do que os tons escuros com que entrou no consultório. 

A verdade é que pode sempre voltar a reforçar o branco dos seus dentes, recorrendo de novo ao branqueamento dentário.

 

O branqueamento dentário danifica os dentes?

Esta é uma pergunta muito comum. Afinal, até que ponto pode o branqueamento dentário danificar os dentes? 

A resposta é simples: se o tratamento for realizado por um profissional e, por isso, com recurso a produtos testados e certificados, o branqueamento dentário é perfeitamente seguro e eficaz. Ou seja, não danifica os dentes. 

A procura por outro tipo de soluções é absolutamente desaconselhável, na medida em que pode colocar a sua própria saúde em risco. o branqueamento dentário é um tratamento que deve ser realizado por um médico dentista ou com a sua supervisão. 

 

Quem pode realizar um branqueamento dentário?

De uma forma geral, qualquer pessoa pode realizar um branqueamento dentário. No entanto o tratamento é desaconselhável a mulheres grávidas, mães em amamentação e crianças.

Mesmo assim, só depois de uma consulta de avaliação com o um médico dentista, é possível confirmar se existem condições favoráveis para que o paciente possa realizar um branqueamento dentário. 

Nessa consulta de avaliação, serão analisadas todas as contraindicações aplicáveis ao seu caso, nomeadamente:

  • Existência de cáries;
  • Restaurações extensas;
  • Nível de sensibilidade dentária.

Através de uma avaliação cuidada, é possível que o seu médico dentista estabeleça um plano de tratamento prévio ao branqueamento dentário, de modo a garantir o seu melhor sorriso.

Importa ainda ter a certeza de que todas as precauções e recomendações são tomadas, não só durante o tratamento, mas também depois do mesmo.

Branqueamento Dentário

Cuidados a ter durante o branqueamento dentário

Durante o branqueamento dentário, é possível que exista alguma sensibilidade nos dentes. No entanto, a mesma é sempre passageira. 

Em consultório, o problema resolve-se facilmente e, em casa, recomenda-se que reduza o tempo de aplicação da goteira com o gel branqueador. 

Contudo, deve confirmar sempre com o seu médico dentista a melhor forma de proceder, uma vez que existem outras soluções que podem ajudar a aliviar os sintomas.

Durante e após branqueamento dentário – quer seja realizado em casa ou no consultório – deve evitar a ingestão de alimentos e/ou bebidas que possam pigmentar os dentes, tais como:

  • café
  • chá
  • vinho tinto
  • gelados
  • beterraba
  • couve roxa
  • frutos vermelhos (…)

Na prática, procure evitar tudo o que possa voltar a manchar os dentes. Por último, um dos cuidados a ter durante o branqueamento dentário é tido antes de se dar início ao tratamento.

Na consulta de avaliação, um dos temas a abordar com o seu médico dentista deve ser a existência de restaurações e próteses. 

O branqueamento dentário apenas produz efeitos em dentes “naturais”, pelo que deve avaliar com o seu médico dentista a necessidade ou não de reparar ou substituir estas restaurações ou próteses.

O branqueamento dentário é só vantagens: é um tratamento fácil, rápido de realizar que se traduz num sorriso muito mais bonito e natural, aumentando assim a sua confiança e autoestima.

Uma coisa é certa: depois de um branqueamento dentário, vai voltar a sorrir de orelha a orelha.

Clínica Dentária no Porto - Drª Isabel Flores Allen Clínica Dentária no Porto - Drª Isabel Flores Allen
Fale connosco

Fale connosco

Preencha os seus dados e entraremos em contacto consigo
* Campos de preenchimento obrigatório